Deixa 


A frustração ocorre a partir de uma expectativa. A tradicional e depreciativa brincadeira da "expectativa vs. realidade" nos diz muito sobre nós mesmos. Revelando um desejo de fuga do "nosso mundo" para outra realidade, pelo menos, naquele momento, inatingível. 

O desejo é um projeto de ideias, guiado por sentimentos de expectativa. A expectativa que você criou em alguém foi a realidade que ele projetou em você. Logo, o desejo torna-se, também, veículo de frustração, através de uma "pessoa escrota", que poupou somente a si própria de uma situação desconfortável para ambos.


 Expectativa é uma droga. E não criar expectativa não quer dizer ser negativista e esperar o lado ruim da vida. Não criar expectativa é simplesmente não esperar nada. Deixar-se levar pelo desejo do momento... Acorde arrependido mas não durma com vontade. Melhor ter feito e, assim, emitir um julgamento de valor, do que sentir, não arriscar e conviver com essa dúvida interior.

 Estar 100% no momento presente evita a ansiedade e a frustração, além disso, é mais intenso viver o agora do que esperar o amanhã. O amanhã é tão instável quanto nós. Então quem somos? Projetistas de um futuro incerto? Seres pensantes e estimulantes de alguém, que vive não pra si e também não pensa no outro? Egocêntricos ou solidários, cheios ou solitários? Reais ou irreais, certos ou incertos? Sinceramente, nada importa. Só abre a porta para "o agora" e deixa ele entrar.